segunda-feira, 21 de junho de 2010

Amortecedor para prédios


Os amortecedores são usados em máquinas que você, provavelmente, usa todo dia, incluindo os sistemas de suspensão de seu carro e máquinas de lavar roupas. Um sistema de amortecimento em um edifício é muito maior e também é projetado para absorver os choques violentos causados por um terremoto. O tamanho dos amortecedores depende do tamanho do prédio. Há três classificações para os sistemas de amortecimento:
• passivo - um amortecedor sem controle que não requer entrada de energia para funcionar. É simples e geralmente barato, mas não consegue se adaptar a necessidades diferentes;
• ativo - os amortecedores ativos são geradores de força, que empurram a estrutura ativamente para contrabalancear as perturbações. São totalmente controláveis e necessitam de uma grande quantidade de energia;
• semi-ativo - combina características dos amortecedores ativos e passivos. Em vez de empurrar a estrutura, eles contrapõem o movimento com uma força de resistência controlada para reduzi-lo. São totalmente controláveis, mas precisam de um mínimo de alimentação de energia. Ao contrário dos amortecedores ativos, eles não têm o potencial para sair de controle e desestabilizar a estrutura. Os amortecedores com fluido MR são dispositivos semi-ativos que modificam seu nível de amortecimento variando a quantidade de corrente fornecida para um eletromagneto interno, que controla a vazão do fluido MR.
Um amortecedor em tamanho real de 1 m de comprimento e 250 quilos. Este amortecedor pode exercer 20 toneladas de força sobre um edifício.

Nenhum comentário:

Postar um comentário